adplus-dvertising
+
    InícioFlamengoFlamengo não fará grandes investimentos no gramado do Maracanã, enquanto não sair...

    Flamengo não fará grandes investimentos no gramado do Maracanã, enquanto não sair nova concessão

    PUBLICIDADE

    Com o Maracanã fechado para a Copa América e o “polo aquático” testemunhado na derrota por 1 a 0 sobre o Juventude, o tema gramado voltou à pauta no Flamengo, que vê a qualidade do terreno ter influência direta em seu jogo. A questão é que esse incômodo vale também para sua casa, gerida junto ao Fluminense, onde a dupla está de mãos atadas para agir até a nova licitação do estádio acontecer.

    Até que um processo para a concessão não saia do papel, os dois gestores do estádio não pensam em fazer um grande investimento para resolver o problema.

    PUBLICIDADE

    A dupla, no entanto, já planeja uma intervenção mais definitiva caso sejam vencedores no processo. Inicialmente, a ideia é que haja uma troca completa do piso. A grama híbrida (70% sintética, 30% natural) é apontada como a solução para essa dor de cabeça.

    No momento, a expectativa é de que a Conmebol entregue o piso em melhores condições do que recebeu. Como o Maraca será o palco da final do torneio continental, a entidade assumiu o estádio e está bancando a reforma que ocorre no momento.

    A última vez em que o estádio teve uma grama elogiada foi na final da Libertadores da temporada passada. Esta mudança para a Copa América, inclusive, deve ser a última dentro do contrato atual de Fla e Flu no Maracanã. Um próximo investimento deve ser feito apenas após o processo licitatório.

    No dia a dia, a Greenleaf é a responsável pela manutenção, e técnicos da empresa apontam o calendário como o grande vilão. Os profissionais também culpam o clima um tanto quanto “incerto” do Rio de Janeiro para justificarem o estado da grama, visto que nem mesmo o inverno carioca favorece muito o crescimento adequado das sementes plantadas para baixas temperaturas.

    O linchamento público que o terreno de jogo do principal estádio brasileiro sofre incomoda os responsáveis pelo trabalho, que entendem não haver termo de comparação entre o Maracanã e qualquer outro estádio do país. O único parâmetro mais aceito é o Castelão, que recebe partidas de Ceará e Fortaleza com grande frequência.

    Rubro-negros e tricolores assinaram uma última permissão de uso no final de abril, válida por seis meses. Caso a licitação não seja concluída até o final deste período, a dupla pode renovar por mais seis meses esse “aluguel”.

    A Casa Civil do Rio de Janeiro estima colocar uma nova licitação na rua até outubro. Até lá, Fla e Flu se viram como podem até que a bola volte a rolar sem problemas no Maracanã.

    Retirado de: UOL

    PUBLICIDADE
    Sávio Felipe
    Casado, Pai de Levi, 28 anos. Amante de futebol

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Última notícia

    52,465FãsCurtir
    18,547SeguidoresSeguir
    20,458SeguidoresSeguir

    + notícias

    Damos valor à sua privacidade

    Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

    Cookies estritamente necessários

    Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

    Cookies de desempenho

    Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

    Cookies de funcionalidade

    Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

    Cookies de publicidade

    Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

    Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.